Bispo Macedo fala em impeachment do inferno e pede que Deus remova quem se opõe a Bolsonaro

maio 21, 2019

Veja / Demétrio Koch


No último domingo, 19 de maio, o bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, surpreendeu durante um culto evangélico. Edir Macedo pediu que Deus remova quem é contra ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

Ele também citou o sobrinho político, Marcelo Crivella, que é prefeito do Rio de Janeiro. Crivella enfrenta um processo que pode culminar no seu impeachment. Sobre esse processo, Edir Macedo usou a expressão “impeachment do inferno”. 

“Vamos orar pelo nosso país. Quando se levanta um político querendo ajudar, os bandidos, ladrões, safados, salafrários se unem para derrubá-lo. Mas o Senhor conhece aqueles que são justos, que querem ajudar o seu povo”, começou o religioso a comentar no culto. 


O dono da Record TV continua nas suas declarações. “Então te peço, meu Pai, por esta nação: nós elegemos Bolsonaro, então seja justo com ele, meu Pai”, disse o bispo da Igreja universal em um culto que foi exibido ao vivo pelas redes sociais. A informação foi confirmada nesta terça-feira, 21 de maio, pelo site da Revista Veja. 

“Remova aqueles que querem impedi-lo de fazer um excelente governo. Ele pegou esse país, meu pai, caído, quebrado, assaltado, roubado, espoliado, desgraçado, para mudar a história dele, meu pai”, disse, para na sequência citar o sobrinho, que enfrenta um processo de impeachment na prefeitura do Rio.


O bispo da Universal também pede que Deus dê força para os dois políticos, Crivella e Bolsonaro. 

Segundo Macedo, o sobrinho está fazendo a coisa certa e não merece o que está passando. Edir diz que o prefeito do Rio está tentando acabar com as mamatas, mas que “ladrões”, “assaltantes do povo” estariam tentando impedí-lo.



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

LEIA OUTRAS MATÉRIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

PRÓXIMA
Next Post »