Enterro de Raíssa é cercado por forte comoção; população está revoltada e pede leis mais severas para menores infratores

junho 27, 2019

TV Jornal / UOL / Fernando



O corpo de Raíssa Sotero, de 14 anos, foi enterrado nesta quarta-feira (27), sob forte comoção, após um crime bárbaro cometido por adolescentes.

Um vídeo que mostra Raíssa Sotero,sendo morta em uma praia da capital pernambucana, Recife, acabou viralizando e causando muita revolta


O dia em que o vídeo ficou conhecido em todo o país foi o mesmo em que houve o seu enterro.

No local da despedida, muita tristeza e desejo de justiça.. 

O pai da adolescente, que não teve o nome identificado, chegou ao local de cadeira de rodas. 

Ele falou brevemente sobre a dor de perder a filha e contou que estava em uma espécie de lanchonete, quando viu pessoas assistindo a um vídeo. 

A curiosidade dele foi maior e não demorou muito, o pai de Raíssa também solicitou que visse as imagens. 

Já de cara, mesmo com a filha longe, o pai da adolescente garantiu que sentiu calafrios. Desesperado, ele pediu ao dono do aparelho que adiantasse as imagens. 

As pessoas que viam o vídeo ficaram sem entender, até que ele deu a chocante informação de que aquela menina poderia ser sua filha. 


Revolta por lei branda para menores de idade toma conta de enterro e das redes sociais

Também no enterro, muitas pessoas ficaram revoltadas com um detalhe. 

As jovens que assassinaram Raíssa são menores e, por isso, só podem ficar em centros socioeducativos e por pouco tempo. 

Algumas pessoas solicitaram que os governantes modificassem as leis, afim de que em crimes bárbaros como esse a pena para os maiores de idade seja levada também aos menores. 

Algo parecido acontece em algumas regiões dos Estados Unidos, onde frequentemente até crianças são presas por cometerem crimes bárbaros.



COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

LEIA OUTRAS MATÉRIAS QUE ESTÃO BOMBANDO NO BAIXADA VIVA

PRÓXIMA
Next Post »

2 comentários

Write comentários
27 de junho de 2019 09:13 delete

Sinceramente não esperaria a.justica brasileira fazer algo já que o estatuto da criança e adolescente (ECA) tem penas apenas sócio educativo nada mas nada seria garantia de nunca mais fazer tal barbárie eu.se fosse ente querido dessa adolescente faria a minha justiça cortaria elas e deixava sangrar no alto mar até os tubarões darem conta delas juro que Faria isso para elas sentirem.toda a.dor que a Raíssa sentiu sem.podee se defender mataria sim.com o pior requinte de crueldade que.sabe assim.as leis seria revistas������

Reply
avatar
27 de junho de 2019 09:52 delete

Infelizmente no nosso país não existe leis severa para menores de idade, por isso eles estão fazendo o que querem, é lamentável saber que pessoas como essas quetirou a vida de Raissa lologo vão estar nas ruas cometendo várias atrocidades como essa. Nosso país teria que ter pena de morte para crimes como esse. ������

Reply
avatar