Trinta das 42 gavetas resfriadas do IML de Nova Iguaçu estão sem funcionar - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Trinta das 42 gavetas resfriadas do IML de Nova Iguaçu estão sem funcionar

Compartilhe




O cheiro do Instituto Médico Legal (IML) de Nova Iguaçu, do lado de fora do prédio, já denuncia que há algo de podre no local. 

Dentro do necrotério, há 42 gavetas refrigeradas para guardar os corpos, mas apenas 12 funcionam. 

Quando chove, a água pinga sobre os defuntos e, como o esgoto está entupido, a lavagem dos cadáveres faz com que uma água misturada com sangue empoce sob os pés dos funcionários. Cenário mais assustador do que filme de terror. Mas há esperança.

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro ( Alerj ) se comprometeu a custear a reforma de quatro IMLs do estado, entre eles dois na Baixada Fluminense, de Nova Iguaçu e de Caxias. 

A informação foi publicada pela Secretaria Estadual de Polícia Civil e confirmada pela Alerj. Serão R$ 10 milhões para as obras.


Esse dinheiro é resultado de um acordo fechado entre os órgãos no começo do ano. De acordo com a assessoria de imprensa da Alerj, ela se comprometeu a custear a contratação de três mil PMs e 195 policiais civis já aprovados em concurso, o que utilizaria R$ 100 milhões anuais do orçamento do Legislativo. 

No entanto, o Executivo escalonou a convocação dos policiais por, entre outros motivos, a falta de espaço físico para todo mundo fazer o curso. Portanto, os R$ 100 milhões destinados para esse ano não seria usados completamente. 

Então, o presidente da Alerj, o deputado André Ceciliano (PT) liberou a verba para ser usado na segurança. E um dos destinos será a reforma dos IMLs.



Fonte: O Globo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages