Dono de Mercedes que arrastou vendedora diz que fez uma brincadeira - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Dono de Mercedes que arrastou vendedora diz que fez uma brincadeira

Compartilhe


Montagem Cláudia

William Wesley Lelis Vieira é o empresário que arrastou uma vendedora de balões no último sábado (15) na porta de um evento de festa junina para não pagar os balões que parou para comprar. 

Em depoimento à Polícia Civil o empresário disse que não percebeu que estava arrastando a idosa. 

O empresário parou sua Mercedes Benz avaliada em R$ 220 mil ao lado da vendedora de balões e sua companheira peguntou o preço. 

A vendedora vendia os balões por R$15, mas como o evento estava no fim ela disse que poderia fazer por R$10. 

A mulher que estava no banco do carona pegou três balões que daria um total de R$ 30, mas o empresário afirmou ao delegado que tinha apenas R$ 25 e por isso fechou o vidro.


O delegado contou que quando o motorista fechou o vidro do carro e arrancou ele disse que teria feito uma brincadeira. 

Os três balões que ficaram para dentro do carro estavam amarrados aos outros presos no braço da vendedora, uma idosa de 63 anos que estava trabalhando na porta do evento que acontecia em uma escola particular, ela foi arrastada por 100 metros pelo asfalto e se machucou muito.

A vendedora Maria Izidoro de Moraes teve ferimentos no rosto, nas pernas e em seus braços. 

Ela foi socorrida por pessoas que estavam ali por perto e levada imediatamente ao hospital. O motorista contou que decidiu soltar os balões assim que percebeu que o carro estava muito pesado.


O empresário de 34 anos chegou à Delegacia de Taguatinga dirigindo a Mercedes Benz que arrastou a vendedora de balões.

A mulher de 28 anos que estava no banco do carona e que agarrou as cordas dos balões também prestou depoimento, mas o empresário disse ao delegado que foi ele que disse para ela puxar as cordas dos balões e voltou a afirmar que nenhum dos dois perceberam que a vendedora estava sendo arrastada.

O delegado responsável pelo caso disse que Wesley poderá ser enquadrado em três crimes: lesão corporal de trânsito, lesão corporal com a intenção de praticar um crime e tentativa de homicídio.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages