Homem é preso em flagrante por agressão à companheira em Nova Iguaçu - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Homem é preso em flagrante por agressão à companheira em Nova Iguaçu

Compartilhe

Pedro Henrique Andrade Lima, preso em casa, tinha mandado de prisão por ameaça e lesão corporal - Divulgação / Polícia Civil


Um homem foi preso em flagrante, na manhã desta sexta-feira ao agredir a mulher na frente de policiais civis, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. 

O caso aconteceu após uma operação para cumprir mandados de prisão por violência doméstica. O agressor, identificado como Wallace de Campos Maciel, aguardava convocação para trabalhar na PM após ser aprovado no concurso da corporação.

De acordo com a titular da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Iguaçu, Mônica Areal, a vítima, de 32 anos, procurou a especializada para contar que estava sendo agredida desde a noite anterior: 

"Ela foi trancada em um quarto escuro, sufocada e espancada desde às 20h de ontem, está muito abalada e muito machucada" conta. "Uma vizinha foi testemunha, ouviu os gritos e foi até a residência e viu a a vítima muito fragilizada, com ferimento na boca", disse a delegada. Segundo Mônica, os agentes da Deam lutaram contra o homem para conseguir detê-lo. 

Após a denúncia, agentes acompanharam a vítima para buscar pertences até a residência do casal quando encontraram o agressor. 

Ele atacou a mulher na frente dos policiais: "Ele segurou ela na frente da delegacia, fez ameaças e disse que ela estragou a vida dele", conta. 

O homem está preso na 52ª DP (Nova Iguaçu). 

As agressões teriam começado após uma discussão iniciada por Wallace ter dito o nome de outra mulher enquanto dormia. 

Ele teria ido atrás da mulher por conta da denúncia atrapalhar o andamento de seu processo seletivo para a PM. 

Além dele, outros dois homens foram presos em ação da Deam nesta sexta-feira. Um deles, identificado como Pedro Henrique Andrade Lima, tinha dois mandados de prisão em aberto por ameaça e lesão corporal. 

Ele foi capturado dentro de casa, no bairro Prados Verdes, em Nova Iguaçu.

O terceiro foragido da justiça capturado pela especializada foi Walter Gomes Mendes, com dois processos por estupro e atentado violento ao pudor. 

Ele foi condenado à 13 anos e 4 meses em regime integralmente fechado.



Via O Dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages