Camelô é morta a tiros no Centro de Nova Iguaçu; motivo seria briga por espaço de venda - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Camelô é morta a tiros no Centro de Nova Iguaçu; motivo seria briga por espaço de venda

Compartilhe



Uma mulher identificada como Gisele de Lourdes Costa, de 32 anos, foi morta a tiros, na tarde desta segunda-feira, no Centro de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O crime aconteceu próximo à loja Leader, na Via Light. 


A vítima foi socorrida pelo Samu, mas deu entrada no Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) já sem vida, segundo a assessoria da unidade.

Testemunhas relataram que Gisele foi atingida por cinco tiros e que o motivo do crime teria sido briga por espaço de venda. 

A vítima trabalhava como camelô na calçada da Via Light, vendendo doces há cerca de um ano. O bandido fugiu.


--Foi briga por espaço. Um homem ameaçou a Gisele. Ela disse que ia chamar a polícia, ligou para o 190 e falou que ia para a delegacia. 

O marido a chamou para ir para casa. Eles iam saindo, quando Gisele parou mais à frente e veio outro homem e encheu minha comadre de tiros -- contou uma amiga da família, que prefere se manter no anonimato.

Gisele deixa quatro filhos, sendo o mais novo com 1 ano e meio.


O crime foi registrado na 52ª DP (Nova Iguaçu). De acordo com o delegado titular Pedro Bittencourt, o caso será passado à Delegacia de Homicídios da Baixada, que dará prosseguimento às investigações para esclarecer as circunstâncias do assassinato.



Fonte: Jornal Extra

Responsivo final texto

Pages