Banho no balde que simula útero ajuda no desenvolvimento de bebês - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Banho no balde que simula útero ajuda no desenvolvimento de bebês

Compartilhe
Banho de balde simula útero e ajuda bebês prematuros em Araraquara


As fisioterapeutas da maternidade Gota de Leite, de Araraquara (SP) têm utilizado banhos de balde para ajudar no desenvolvimento de crianças que nasceram prematuras.


A técnica foi importada da Holanda e, segundo as especialistas, funciona porque o balde com água quente simula o útero da mãe, o que promove o relaxamento e confiança do bebê. Pelo menos, 100 bebês foram beneficiados nos últimos cinco anos.

A mãe de Lorena notou um comportamento diferente na filha após o início dos banhos. “Fica bem mais calminha, relaxada, dorme bem a noite e eu vejo que ela fica bem melhorzinha”, contou Letícia Martins.


 
Banho de balde ajuda no desenvolvimento de bebês prematuros em Araraquara — Foto: Paulo Chiari/EPTV

O banho dura dez minutos a uma temperatura de 38 graus, o ambiente úmido, quente e aconchegante lembra o útero, o que relaxa as crianças prematuras que são mais estressadas por terem nascido antes do tempo previsto e por passarem por muitos procedimentos para estimular o seu desenvolvimento.

“O principal resultado é um relaxamento do bebê. Durante e depois do banho eles apresentam comportamento mais tranquilo, dormem melhor e respondem melhor as nossas intervenções de fisioterapia depois do banho, aceitam mais o toque’, explicou a fisioterapeuta Fernanda Censoni Santoni.

Banho de balde ajuda no desenvolvimento de bebês prematuros na Maternidade Gota de Leite, em Araraquara — Foto: Paulo Chiari/EPTV

O desenvolvimento dos bebês acontece também durante o banho.

“Depois de alguns minutos [no balde] eles percebem que podem estar se movimentando e começam a fazer os movimentos parecidos com o que a mãe sente quando eles estão na barriga, de chutar, de se espreguiçar, de trazer a mão na boca, como se ele sentisse de volta no útero, podendo fazer toda aquela movimentação que o bebezinho faz durante a sua formação, sua gestação’, explicou a fisioterapeuta Elaine Raniero.

Primeira bebê a tomar o banho de balde em Araraquara, em 2014, quando passou 40 dias na UTI, Valentina hoje é uma menina saudável. O pai dela lembra que os banhos ajudaram no desenvolvimento da garota.

“Se eu posso falar alguma coisa como pai de prematuro a todos os pais que passam por isso é realmente difícil, mas é uma equipe maravilhosa, bem treinada, preparada e pode ter certeza que as crianças prematuras são especiais e muito fortes, guerreiras mesmo”, afirmou o técnico de enfermagem, Marcos José.



Via G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages