Comando vermelho declara guerra aos integrantes do TCP 'Peixão' e 'Dino' - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Comando vermelho declara guerra aos integrantes do TCP 'Peixão' e 'Dino'

Compartilhe



Depois que Peixão e Dino estrategicamente armaram uma emboscada a traficantes do CV, a guerra entre as facções rivais foi declarada aberta, as informações são do informe RJ news.

Tudo começa a tempo atrás quando Dino saiu do CV, e se filiou ao TCP de Peixão. Após varias ações do traficante, ele acabou ganhando a confiança do chefe do tráfico da Cidade Alta e Parada de Lucas, e se transformou em um homem de confiança do chefe.

Com passar dos tempo, Peixão, que já tinha intenção de invadir o Alemão, estrategicamente, ele consegue infiltrar o traficante Dino, na cúpula do CV, no Complexo do Alemão. Depois de muitas reuniões ele dá a Dino a incumbência de dar um baque no CV.

Foi quando Dino, com a missão dada pelo chefe, foi pedir desculpas aos traficantes do Alemão, e se mostrar arrependido por trocar o CV pelo TCP da Cidade Alta. 


Mas os traficantes do Alemão, sem saber suas intenções, só aceitavam Dino de volta com uma condição, que ele liderasse uma invasão ao reduto de Peixão. Tudo isso ia de encontro ao que Peixão e Dino já havia previamente combinado. 

No tempo que Dino ficou no CV, ele conseguiu agir como um “agente secreto”, e conseguiu incutir a ideia de invasão a Cidade Alta.

Então eles decidem invadir o reduto do chefe o TCP. Tudo estava saindo conforme o combinado entre Peixão e Dino.

Dino e vários traficantes do CV, entre eles um homem de confiança do CV, o traficante “Safadão”, invadem a Cidade Alta, e com Dino a frente, pelo fato dele já ter “pertencido” a região. 

Durante a invasão Dino colocou seu plano em pratica. Cercou, junto com traficantes do TCP, e armou uma “tróia” para os traficantes do CV, matou pelo menos sete traficantes da facção rival, entre eles Safadão, e, além disso, acabou ficando com armas dos rivais.

Depois disso, Peixão e Dino, comemoram o feito regado a bebidas e fogos, porque para eles, o plano era considerado como sendo alta periculosidade e suicida.


Agora a cúpula quer capturar o traficante Peixão, vivo ou morto de qualquer jeito, mas principalmente, o traficante Dino pela sua audácia e por sua traição pela segunda vez.

O que irritou mais ainda o CV foi quando Dino e seus comparsas do TCP invadiram o Morro do Adeus. Peixão invadiu porque sua intenção era afrontar a cúpula do CV.

O ataque ocorreu pela Rua Aquiri e Aratá. Peixão, segundo informações possui informantes dentro do Complexo do Alemão, o que vem trazendo muita dor de cabeça para o CV.


Agora a cúpula do CV, estaria tomando diversas providenciais. Sabedores que Dino, estaria tentando arregimentar traficantes do CV a trocarem de facção, e com isso levar informações e armas para a quadrilha do Peixão, o CV providenciou uma reunião na Favela da Rocinha.

Na reunião, teriam participado entre eles o traficante Doca da Penha e Faustão, entre outros. Foi decidido que a partir de agora, o CV não aceita mais ninguém que tenha ou teve alguma passagem pelo TCP.

Além disso, todos os locais de guardas de armas e drogas e pontos de drogas estariam sendo trocado de local, para eles não tomarem qualquer baque pelos traficantes do TCP.

Outra estratégia de Peixão, que vem dando dor de cabeça ao CV, e que as comunidades do Pica Pau e Cinco Bocas, são iscas para serem invadidas por traficantes do CV. 

Depois deles se estabelecerem no local, ele, Peixão, volta e retoma os pontos de drogas, pegando os armamento dos traficantes e com isso reforçando seu arsenal de armas.

Como a intenção de Peixão, possivelmente, e tomar pontos de drogas no Alemão, muitos dos que ficam no Pica Pau ou Cinco Bocas, são convencidos a trocar de facção, e com isso Peixão aumenta sua quadrilha, para em um futuro, quem sabe próximo, tomar os pontos de drogas do Alemão.



Fonte: Informe RJ News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages