Mãe perde filha e doa mais de cem litros de leite materno para outros bebês - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Mãe perde filha e doa mais de cem litros de leite materno para outros bebês

Compartilhe


No início do ano, Alexis Marrino viajou até uma clínica pediátrica para fazer o exame de ultrassom que revelaria o sexo de seu bebê. Em meio ao procedimento, o choque: o feto era anencéfalo (nasceria sem cérebro).

A notícia destruiu todos os planos da futura mãe e abalou seu psicológico. Apesar da possibilidade legal de fazer o aborto, Alexis escolheu levar a gravidez até o fim. (continua após publicidade)

Sweet McKinleigh Jade nasceu em 29 de julho de 2019 às 11:49 com apenas alguns fragmentos do crânio e do cérebro desenvolvidos.

Por um breve e preciosíssimo tempo, Alexis e seu marido Michael puderam abraçar e beijar a filha, dando-lhe muito amor e até batizando-a. “Sentir seu pequeno corpo quente no meu peito era muito mágico”, disse a mãe. Então, às 12h59, uma hora após o parto, Sweet faleceu. (continua após publicidade)


Mas a história não acaba aqui. Muito pelo contrário. Antes de tomar conhecimento sobre a condição da filha, Alexis decidiu que iria amamentá-la. E até o fim da gravidez e além, ela sabia que seu corpo ainda produziria leite materno por algum tempo.

A mãe de Sweet começou a bombear seu leite, armazenando-o em potinhos que seriam doados a bebês de mães que não podem amamentar.

“Eu sabia que não poderia salvar a vida dela, mas pelo menos poderia ajudar a salvar a vida de outros bebês”, disse Alexis (continua após publicidade)


Até 19 de setembro, menos de dois meses após o nascimento e consequente falecimento da filha, ela reuniu mais de 1.130 potes lotados de leite materno para doar. São mais de 100 litros de leite!

Claro que o processo não foi nada fácil. “Houve dias em que chorei porque fiquei pensando: ‘Como é justo fazer isso pelo bebê de outra pessoa, em vez do meu?’”, desabafou. “Mas, apesar de tudo, continuei e finalmente consegui terminar! Eu queria deixar Sweet orgulhosa e gostaria de pensar que consegui.”

As dezenas de litros de leite materno doados por Alexis ajudarão muitas mamães que não podem amamentar. A vida de Sweet foi levada muito cedo, mas seu legado perdurará graças à generosidade da sua mãe!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages