Projeto de Lei pode proibir alguns estilos musicais no Brasil, inclusive rock e funk - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Projeto de Lei pode proibir alguns estilos musicais no Brasil, inclusive rock e funk

Compartilhe


O documento apresentado pelo deputado federal Charlles Evangelista pretende criminalizar gêneros musicais com letras “ofensivas”

Seria o fim para Sexo, Drogas e Rock N’ Roll?

Charlles Evangelista, deputado do PSL em Minas Gerais, apresentou em setembro deste ano um Projeto de Lei um tanto quanto polêmico: ele quer criminalizar estilos musicais que, tradicionalmente, trazem conteúdos “ofensivos,” como palavrões e xingamentos.


O Projeto de Lei 5194/2019 poderia afetar seriamente diversos estilos musicais, como o rock, o funk e o rap – que não poupam palavras (ou, como diria o político, “expressões pejorativas ou ofensivas”) na hora de compor.

As expressões consideradas inadequadas pelo documento incluem letras que estimulem algumas práticas, como o uso de drogas, armas, pornografia, ou alusões a pedofilia, estupro, ofensas à imagem da mulher ou ódio à polícia e ao Estado.


“Os estilos musicais que fazem apologia a situações descritas nesse projeto de lei não se referem à manifestação dos linguajares e costumes de uma parcela da população que é obrigada a viver a realidade que retratam nas músicas, pelo contrário, essa proposição visa inibir a linguagem que degrada a imagem de boa parte da sociedade,” justifica o projeto.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages