Apontado como chefe de facção criminosa de Nova Iguaçu é preso em hospital - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Apontado como chefe de facção criminosa de Nova Iguaçu é preso em hospital

Compartilhe



Preso suspeito de chefiar facção criminosa na Baixada Fluminense — Foto: Reprodução

Policiais civis prenderam nesta terça-feira (18) dentro de hospital no Rio um homem apontado como um dos chefes de uma facção criminosa que atua no estado.

Daniel Soares Pereira, conhecido como "Pato", foi detido enquanto recebia atendimento médico no Hospital Geral de Bonsucesso (HGB), na Zona Norte.

Agentes da 56ª DP (Comendador Soares), com a ajuda uma equipe de 21ª DP (Bonsucesso), já monitoravam Pereira há uma semana. 

O suspeito foi baleado e acabou sendo socorrido para o HGB.

Segundo as investigações, o homem é integrante do Comando Vermelho e atua na Favela Parque das Palmeiras, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense.

Após identificarem que ele estaria no Hospital de Bonsucesso, a polícia conseguiu que a Justiça expedisse um mandado de prisão preventiva.

Além de principal liderança do Comando Vermelho em Nova Iguaçu, a polícia indica que Pereira também é responsável por diversos roubos de veículos de carga e roubos a residências.

Numa das ações, a polícia afirma que o homem invadiu a casa de um policial militar e ameaçou matar o filho do PM, apontando uma arma para a cabeça dele. 


Em seguida, de acordo com as investigações, o suspeito e comparsas atiraram seis vezes contra o policial.

Em outra ocasião, a polícia diz que Pereira e outros suspeitos mataram o proprietário de um sítio e colocaram o corpo da vítima dentro de um freezer. 

Eles também teriam estuprado uma das mulheres que estavam na casa.

Pereira é apontado, ainda, como o autor de outro crime contra outro policial militar. 

Segundo as investigações, ele invadiu e torturou o PM na frente da família do militar, além de roubar bens das vítimas.

Segundo informações da 56ª DP (Comendador Soares), antes de ser baleado e levado para o hospital o suspeito estava escondido no Complexo da Penha, também na Zona Norte do Rio.



Via G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages