Homem suspeito de matar mãe e filho de apenas 4 meses, é morto à base de pancadas no RJ - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Homem suspeito de matar mãe e filho de apenas 4 meses, é morto à base de pancadas no RJ

Compartilhe



Homem suspeito de assassinar bebê de apenas 4 meses e mãe no bairro Gardênia Azul em Jacarepaguá, foi morto à base de pancadas no Canal do Anil, em Jacarepaguá, Rio de Janeiro.

De acordo com testemunhas, por volta de 5 da manhã desta segunda-feira (10), o suspeito foi avistado e foram atrás dele.

O homem correu para um brejo, mas conseguiram alcancá-lo e bateram muito, até à morte! 

Populares estavam revoltados com a morte das duas vítimas!

Homem foi espancado até a morte. Reprodução redes sociais.



ENTENDA O CASO


Brain Luca e Marileide. Reprodução.

Uma mulher e o filho dela, de apenas 4 meses, foram mortos a facadas, na madrugada desta sexta-feira, na Gardênia Azul, na Zona Oeste do Rio. 



A mãe foi identificada como Marileide da Silva Nascimento e o bebê como Braian Luca. 




Os corpos estavam na casa da vítima, na Rua Aarão Steinbruch. 


De acordo com moradores da região, o principal suspeito do crime é o ex-marido da prima de Marileide, que acabou sendo morto à pancadas

"Umas 4h30, nós ouvimos os gritos de socorro, mas as pessoas que estavam mais próximas do local, ficaram com medo. 

Ele é uma pessoa muito violenta. Ele vivia ameaçando todo mundo de morte", conta uma vizinha. 


Francisca, uma amiga da vítima, diz que havia chamado Marileide para um aniversário, mas ela preferiu ficar em casa. 


"Quando voltamos da festa ficamos sabendo do que tinha acontecido. Eu insisti tanto para ela ir comigo", lamenta. 

De acordo com a mulher, o ex-marido da prima de Marileide tinha um histórico de agressões contra a ex-mulher. 

"Uma vez ele deu um soco nela, que ela ficou uma semana com o rosto roxo. Ela se cansou das agressões e foi morar junto com a Mari. Elas dividiam o aluguel", conta. 

Segundo a Polícia Militar, uma equipe do 18ºBPM (Jacarepaguá) foi acionada para verificar uma ocorrência na Rua Aarão Steinbruch. 

No local, os policiais encontraram duas pessoas com ferimentos provocados por arma branca, uma mulher e um bebê de aproximadamente 06 meses.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e constatou óbito das vítimas. A área foi isolada e a perícia acionada. 

A Delegacia de Homicídios da Capital investiga o caso.

De acordo com a especializada, foi instaurado um inquérito para apurar as circunstâncias das mortes. 












Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages