Bolsonaro se pronuncia sobre Suzy e não deixa pedra sobre pedra: 'Globo tratava um criminoso como vítima' - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Bolsonaro se pronuncia sobre Suzy e não deixa pedra sobre pedra: 'Globo tratava um criminoso como vítima'

Compartilhe



O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, usou as redes sociais para comentar a reportagem exibida pela Globo sobre a vida das trans nas penitenciárias. 

O programa mostrou Suzy, sem contar o crime da detenta. 

Ela, que recebeu um abraço de Dráuzio Varella, foi condenada por estuprar e matar um menino de 9 anos. 

Em sua fala, o presidente da república critica a TV Globo por não ter informado o crime de Suzy, que na matéria do Fantástico ainda recebeu um abraço do “médico jornalista” Dráuzio Varella, após esse ouvir que ela não recebia visitas na prisão há 8 anos. 


 “- Enquanto a Globo tratava um criminoso como vítima, omitia os crimes por ele praticados: estupro e assassinato de uma criança.”, escreveu Bolsonaro por meio do seu Twitter oficial. 

Em seguida, o presidente diz que a internet livraria a população de uma suposta manipulação da TV Globo e que crimes como o de Suzy deveriam ter penas mais fortes. 

O presidente cita a prisão perpétua;.“- Graças à internet livre, o povo não é mais refém de manipulações. 

Infelizmente a Constituição não permite prisão perpétua para crimes tão cruéis”, escreveu o presidente da república.


Nas redes sociais, muita gente falou a respeito do assunto. Alguns apoiaram o presidente e criticaram a Globo. Lembrando que no dia 15 estão previstos protestos em todo o país.

Veja abaixo a publicação feita pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, sobre a detenta Suzy, cuja história repercutiu em todo o país, após uma matéria do programa Fantástico, da Rede Globo.

- Enquanto a Globo tratava um criminoso como vítima, omitia os crimes por ele praticados: estupro e assassinato de uma criança.

- Graças à internet livre, o povo não é mais refém de manipulações.

- Infelizmente a Constituição não permite prisão perpétua para crimes tão cruéis.

Ver imagem no Twitter

23,5 mil pessoas estão falando sobre isso





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages