Mulher é presa em praia após desobedecer ordem de quarentena; vídeo - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Mulher é presa em praia após desobedecer ordem de quarentena; vídeo

Compartilhe

Surfista é detida pela Guarda Civil Municipal de Guarujá, SP — Foto: Reprodução/GCM de Guarujá



Uma surfista de 48 anos foi detida pela Guarda Civil Municipal de Guarujá, no litoral de São Paulo, ao se recusar a deixar o mar após a prefeitura proibir o acesso às praias do município como medida de prevenção à disseminação do novo coronavírus (Covid-19). 

Após elaboração de um Termo Circunstanciado, a infratora foi liberada.

Segundo apurado pelo G1, o caso aconteceu no último sábado, na Praia de Pitangueiras, durante patrulhamento pela Operação Quarentena. 

Imagens gravadas pela GCM mostram o momento em que a surfista deixa o mar e corre em direção à calçada onde estava a prancha dela, onde os guardas a esperam para realizar a abordagem.


Na última sexta-feira (20), um homem também foi detido durante a ação de fiscalização da Prefeitura de Guarujá. 

Ele estava no calçadão da praia e se recusou a sair após abordagem das equipes, foi detido e encaminhado para a delegacia da cidade.

Além de ter sido advertida por uma guarda, um guarda-vidas também solicitou que ela deixasse o mar e voltasse para casa, segundo as autoridades.

 No vídeo, é possível ver a mulher tentado 'driblar' a equipe, no entanto, os guardas conseguem detê-la. Um guarda-vidas também auxilia na contenção da surfista, que é retirada do local.


Detida, a infratora foi encaminhada pela GCM à Delegacia de Polícia Sede de Guarujá, onde o caso foi apresentado. 

Às autoridades, ela afirmou que utilizava fones de ouvido e, portanto, não teria ouvido as advertências.

Com base nos relatos dos GCM e do descumprimento das medidas restritivas do Decreto Municipal 13.568/2020, que proíbem o acesso à todas as praias de Guarujá para qualquer finalidade, as autoridades policiais determinaram que a surfista agiu intencionalmente. 

O caso foi registrado como infração de medida sanitária preventiva.

Após o registro do boletim de ocorrência, foi elaborado um Termo Circunstanciado, o qual será encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim), e a surfista foi liberada.

ASSISTA AO VÍDEO:




Via G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages