Urgente: centenas de presos fogem da cadeia em rebelião motivada pelo coronavírus em SP - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Urgente: centenas de presos fogem da cadeia em rebelião motivada pelo coronavírus em SP

Compartilhe




O coronavírus já afeta as cadeias brasileiras e centenas de presos fugiram de, ao menos, cinco penitenciárias do estado de São Paulo. 



As informações são iniciais e repassadas pelo site da Revista Veja, que atualizou o conteúdo por volta das 20h, no horário de Brasília, desta segunda-feira, 16 de março.



As penitenciárias onde as rebeliões e as fugas de presos foram registradas ficam em Mongaguá (Baixada Santista), Taubaté (Vale do Paraíba), Tremembé, Porto Feliz e Mirandópolis (interior de São Paulo). 

Os dados foram confirmados pelo sindicato dos penitenciários, que convivem agora com um momento complicado, ter que conviver com os detentos ainda mais isolados devido à Covid-19. 

Um presídio localizado no litoral paulista também tem fuga. 

Todas elas são para presos do chamado regime semiaberto, na qual os detentos, no geral, passam a noite na cadeia, ou, como é a maioria dos casos desses presos, tem direito às saidinhas em datas comemorativas, além de receberem visitas frequentes. 

Por conta do coronavírus, as visitas aos presos foram suspensas. 

Essas saidinhas também. 

A saída de Páscoa, por exemplo, já foi cancelada. O presidente do sindicado dos profissionais que trabalham em penitenciárias falou sobre o assunto à Veja. 

 “Muitos já estavam preparados para sair. Aí ficaram revoltados”, afirmou Fabio Jabá à reportagem. 




São Paulo não é o único estado com mudanças devido ao coronavírus. 

O Rio de Janeiro tomou atitudes parecidas, que tem sido seguidas pelo resto do país e, é claro, do mundo. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages