Coronavírus e a visita que virou tragédia familiar: ‘perdi meu marido e meu pai em dois dias’ - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Coronavírus e a visita que virou tragédia familiar: ‘perdi meu marido e meu pai em dois dias’

Compartilhe



Uma simples visita dos pais no dia 12 de março acabou se tornando o começo de uma fase difícil na vida da enfermeira Márcia Cristina, de 50 anos. 

Benedito dos Santos, 84 anos e Adalgiza Gonçalves, de 80, saíram de Uraí, cidadezinha do Paraná e foram visitar o genro e a filha em Brasília. 


A viagem já estava definida há alguns meses e tinha como plano inicial ficar algumas semanas na capital federal.

Nesse período, Márcia acompanhava a situação da pandemia do novo coronavírus sem muita preocupação. 

Na ocasião, ainda não se falava em distanciamento social e o país tinha poucos casos da doença. Contudo, em pouco tempo o Brasil começou a enfrentar um crescimento exponencial da Covid-19.


“Não acreditava que fosse chegar ao nível em que as coisas chegaram. 

Não estava acompanhando muito as notícias no começo, por isso não tinha a dimensão do problema”, desabafou Márcia que abandonou a carreira de enfermeira para abrir um ateliê de costura. 

A família tinha muitos planos, ela e o marido José já estavam juntos há 10 anos. 

O policial estava com férias agendadas para abril e tinha o desejo de se aposentar em junho, pois completaria 30 anos na corporação.

No entanto, a pandemia da Covid-19 jogou tudo por água abaixo. No comecinho do mês, Márcia perdeu o marido e o pai para a doença. 


Infelizmente, ela sequer pode acompanhar o enterro, pois também foi diagnosticada com a enfermidade. 


Os primeiros sintomas apareceram no pai, que teve dificuldades neurológicas, mudança de comportamento e febre. 

José também começou a ter sintomas da doença. O policial tinha diabetes e problemas de pulmão.

A família achava que eles estavam com uma gripe, mas com o passar dos dias os sintomas foram piorando. 

No dia 26 de março, o policial piorou apresentando dificuldade respiratória. Ele acabou sendo internado às pressas. 

No mesmo dia o pai também teve que ser levado com urgência ao hospital.

Infelizmente, o marido faleceu no dia 2 de abril e o pai dois dias depois. Márcia falou sobre como foi doloroso passar por tudo. 

Ela ainda falou sobre a importância de manter os cuidados de higiene, pois não se sabe como o vírus vai reagir no organismo de cada um.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages