Destruíram minha vida por causa de um vídeo, diz professora que desabafou a Bolsonaro - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Destruíram minha vida por causa de um vídeo, diz professora que desabafou a Bolsonaro

Compartilhe



A professora, Fátima Dantas Montenegro, de 52 anos, foi acusada nas redes sociais de mentir ao fazer um desabafo diante do presidente da república, Jair Messias Bolsonaro, sobre suas dificuldades financeiras.


Fátima afirma que não mentiu, ao contar como está a sua situação como pro uma professora particular desamparada na crise do coronavírus.

Em um entrevista, ela conta que é dona de um pequeno curso de caligrafia há cerca de 30 anos, em Brasília. 

Fátima ainda relata, que teve que fechar o estabelecimento e encerrar as suas atividades

“Não posso dar aulas. Meu espaço é num coworking. Minha renda caiu a zero”, protesta.


O vídeo da professora falando com Bolsonaro viralizou nas redes sociais, onde ela argumentou sobre as pessoas voltarem a trabalhar com liberdade e sem depender de ajuda de custo.


Bolsonaro, respondeu a ela, onde disse: “Pode ter certeza de que a senhora fala por milhões de pessoas”.

Após a publicação do vídeo, o deputado Alexandre Frota declarou:

“Chega ao fim mais uma farsa. Fátima Montenegro, a mulher que se passou por vitima de perder o emprego e implorou para Bolsonaro o fim da quarentena, é uma empresária de Brasília e militante do bolsonarismo. Foi colocada estrategicamente no dia para criar comoção”, postou em seu perfil oficial no Twitter.


A professora conta que recebeu diversas ameças e foi até a delegacia, nesta sexta-feira, dia 3 de março.

Chorando, ela relatou ter saído das redes sociais por causa das intimidações. 

“Quero proteção, estão me ameaçando. Destruíram minha vida só por causa de um vídeo. Por causa de ideologia.”


Fonte: Folha de São Paulo



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages