Jovem é baleada enquanto pegava o celular dentro de casa no RJ - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Jovem é baleada enquanto pegava o celular dentro de casa no RJ

Compartilhe


Uma jovem foi baleada na cabeça na Cidade de Deus enquanto ela se levantava da cama para pegar o celular.


O companheiro da jovem de 22 anos baleada na cabeça na manhã desta segunda-feira (25) na Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio, afirmou que ela dormia no momento do tiroteio e levantou apenas para pegar o celular. 

Bianca Regina Oliveira tem quadro de saúde estável, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

“Ela estava dormindo nessa hora e aí começou a sair tiroteio. Ela levantou da cama para pegar o telefone. 

Assim que ela levantou da cama eu falei para ela ‘amor, deita no chão, amor, deita no chão’. 

Assim que eu falei ela foi baleada e falou ‘aqui, amor’. Quando eu fui ver, era um buraco aqui nela, já saindo sangue”, disse o companheiro.

Ele contou que Bianca foi socorrida em uma moto para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da comunidade. 


Ela foi transferida para o Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, no fim da manhã, para ser avaliada por uma equipe de neurocirurgia.

“Ela está fora de perigo. Ela estava deitada, dormindo”, afirmou o companheiro.

De acordo com relatos, a jovem foi baleada durante uma operação da Polícia Militar na localidade conhecida como Brejo. Ela e o companheiro moram no local.

“Gente, pelo amor de Deus, balearam uma menina aqui agora no Brejo, pelo amor de Deus, socorre a gente aqui, tão dando tiro pra cima dos barracos, um montão de morador dentro dos barracos, a polícia 'tão' entrando, invadindo, não quer saber de nada", disse um morador.

Outro morador afirmou que a polícia não socorreu Bianca. De acordo com a corporação, não houve acionamento para socorrer possíveis vítimas dos disparos.

"A menina teve que ser socorrida de moto, eles não deram socorro. Foi perto do pistão. A menina foi socorrida de moto, com uma bala na cabeça", relatou outro morador.

A Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que agentes do 18º BPM (Jacarepaguá) e do Comando de Policiamento Ambiental (CPAm) foram acionados para auxiliar uma ação do Instituto Estadual do Ambiente (INEA) em um centro de treinamento próximo à comunidade.


Durante o deslocamento das equipes, foram ouvidos disparos de arma de fogo no interior da comunidade, segundo a corporação. 

De acordo com a PM, as equipes não revidaram e a ação que seria feita foi cancelada.


Via G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages