Mãe desenterra corpo de seu bebê e diz que precisa trocar a fralda da criança - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Mãe desenterra corpo de seu bebê e diz que precisa trocar a fralda da criança

Compartilhe

Na cidade de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, uma mulher de 22 anos desenterrou o corpo de seu bebê que foi enterrado há cerca de um mês. 

O caso aconteceu nesta última quarta-feira, dia 15 e deixou os funcionários do Cemitério Parque das Rosas chocados.


A criança morreu com suspeitas do novo coronavírus, mas teve o corpo desenterrado pela mãe.

Manoel Caetano, que é administrador de cemitérios no município, contou que primeiro a mulher desenterrou o cadáver do filho, em seguida ela rasgou parte do vestido para enrolar os restos mortais da criança e em seguida foi atrás dos funcionários dizendo que precisa de um local para trocar a fralda do menino.

Ainda de acordo com Manoel, quando o funcionário se deparou com a mulher carregando o cadáver da criança, sentiu um odor muito forte. 

Foi então que o rapaz se lembrou que viu aquela mulher por diversas vezes no cemitério, mas nunca pensou que ela fosse capaz de ter aquela atitude.


“Ele disse que ela chegou com um bebê no colo pedindo para ir ao banheiro e trocar fralda do bebê, e ele começou a sentir um forte odor. 

Como ela já tinha ido lá visitar o túmulo, ele já sabia que ela era a mãe do menino falecido“, revelou o administrador de cemitérios.

Quando esse bebê faleceu, como havia suspeita de Covid-19, não foi realizado o velório e ela foi sepultada em uma área reservada para as vítimas do coronavírus. 

A mãe do bebê vem apresentando um quadro depressivo desde que perdeu o filho, por isso muitos suspeitam que ela estava fora de si quando foi desenterrar o cadáver do menino.

A mulher foi levada para o Hospital Regional Dom Moura, em Garanhuns para receber atendimento médico e psicológico.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages