Hb20 movimenta o mercado de carros compactos no RJ - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Hb20 movimenta o mercado de carros compactos no RJ

Compartilhe

Fonte: Hyundai/Divulgação. 


Um dos modelos mais queridinhos dos brasileiros e o segundo mais vendido no mercado automotivo, o Hyundai HB20 acaba de ganhar uma nova geração para movimentar o mercado dos compactos. A principal novidade desta geração está no motor 1.0 Turbo GDI, dotado de injeção direta à combustível, que está disponível nas versões Evolution, Diamond e Diamond Plus. 

Ele já oferecia o motor turbo anteriormente, mas sem injeção direta e somente em câmbio manual. Tanto o hatch como o sedã HB20S e o aventureiro HB20X foram renovados e agora exibem um visual e interior mais modernos, lista de equipamentos mais recheada e a opção de motor turbo com injeção direta. 

Os novos modelos do HB20 chega para disputar diretamente com os novos Chevrolet Onix/Plus, além dos outros hatches como Fiat Argo e Cronos, Ford Ka/Sedan, Renault Sandero e Renault Logan e Volkswagen Polo e Virtus. 

A nova geração do HB20 2021 segue praticamente o mesmo padrão do modelo anterior, mas sem aquele impacto causado em 2012, que ainda é mais vendido dentre os carros usados no RJ. As linhas do novo modelo causou divisão de dúvidas na cabeça de muitos consumidores da Hyundai. 

De fato, ele não é tão atraente quanto o modelo antigo. Há muitas críticas, dentre elas, sobre o design da parte traseira. Já a parte dianteira possui um formato mais agressivo e é marcada pela nova grade que ocupa boa parte da frente do veículo. Segundo a própria Hyundai, essa dianteira tem efeito “cascata” além dos grandes e esticados faróis que permanecem marcando presença, acompanhando os vincos do capô. 

Olhando de lateral, o que se sobressai é o novo aplique preto na coluna “C” do hatch que une as janelas laterais com o vidro na parte traseira, além de lanternas posicionadas logo abaixo, que oferecem mais iluminação, ficando mais evidente à noite. 

O aventureiro HB20X atualmente possui um visual mais robusto e tenta se aproximar a um crossover. Destacando as caixas de roda que agora têm molduras plásticas mais largas. Na parte interna, as mudanças feitas foram mais radicais. O painel foi atribuído com novas linhas horizontais, destacando a tela flutuante da central multimídia de 8”. 

Já versão Diamond Plus, é a mais cara da linha, contendo um plástico escuro em todos os lados, assim como nos bancos. O design interior inclui detalhes em azul, posicionados no painel, nos assentos e no volante. A plataforma do carro é a mesma utilizada na antiga geração. 

Por isso, ele ficou 3 cm maior no entre-eixos, resultando no aumento de 4,7 cm no espaço para as pernas nos bancos de trás. O bagageiro teve sua capacidade mantida de 300 L no hatch, enquanto no aumentou de 450 L para 475 L. O modelo HB20 conta com 3,95 m de comprimento, 1,72m de largura e 1,47 de altura, com distância entre-eixos de 2,55m. 

Dentre os equipamentos do novo modelo 2020, há uma chave presencial com sistema start/stop, controles de estabilidade e tração, assistente de partida exclusiva para rampas, alerta e frenagem automática emergencial, alerta para mudança de faixa, monitoramento de pressão dos pneus, câmera de ré, encosto de cabeça nos assentos e cinto de segurança de três pontos para os cinco passageiros do veículo, entre outros itens. Ainda entre as reestilizações, o Hyundai HB20S foi construído com 30% de aço resistente, se tornando mais rígido que o da geração anterior. A Hyundai relatou que essa melhora contribuiu diretamente para a redução de peso e aumento em segurança para os ocupantes em casos de colisões. No entanto, ele permanece deixando a desejar por oferecer apenas quatro airbags, sendo dois frontais e dois laterais, que estão disponíveis somente na versão topo de linha. Falando nisso, o seu concorrente direto, o Chevrolet Onix 2020 possui seis airbags de série desde a versão mais barata, com valores equivalentes aos modelos da Hyundai, que são possíveis verificar na Tabela Fipe

O Hyundai HB20 permanece sendo comercializado com garantia de 5 anos, sem limite a quilometragem, desde que o veículo seja utilizado para fins particulares. Já para utilização comercial, a garantia também é de cinco anos, porém, limitada a 100 mil quilômetros de rodagem. Seu plano de manutenção acrescenta revisões periódicas de até 60 mil quilômetros com valores fixos. A primeira revisão é gratuita e há também lavagem como cortesia em todas as revisões feitas. A Hyundai diz que os preços das revisões do HB20 1.0 permanece sendo os mesmos da geração anterior. O mesmo ocorre com o HB20 1.6. Já no caso do HB20 1.0 Turbo, a multinacional confirma que o valor das três primeiras revisões é o mais acessível dentre todos os concorrentes. 

Além disso, ele é atribuído de injeção direta a combustível, 3 cilindros, turbocompressor e intercooler. Conseguindo desenvolver até 120 cvs de potência, a 6.000 rpm, e 17,5 kgfm de torque, a partir de aproximadamente 1.500 giros, isso também vale a gasolina ou etanol. As versões de entrada do modelo 2020 permanecem sendo oferecidas com o motor 1.0 de 3 cilindros, que desenvolve até de 70 à 80 cvs e 10,3 kgfm de torque a etanol. A única diferença é que ele, enfim, perdeu o tanque que auxiliava na partida a frio. 

Gostou desse artigo? Compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas saibam os motivos pelo qual o HB20 vem movimentando o mercado dos compactos!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages