Mulher morre ao ser atropelada por van em Nova Iguaçu - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Mulher morre ao ser atropelada por van em Nova Iguaçu

Compartilhe


Uma jovem morreu após ser atropelada por uma van em alta velocidade, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. 


O motorista fugiu sem prestar socorro e responde em liberdade por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. 

Camila, de 22 anos, estava saindo da cerimônia de casamento do seu primo, em um sítio, quando o automóvel veio na contramão e a atingiu violentamente. 


A vítima morreu na hora. Ela estava tentando atravessar a rua, na Estrada Madureira, para entrar em um carro de aplicativo. 

Câmeras de segurança flagraram o exato momento em que o veículo atropela Camila. 

Com o relato das testemunhas e o vídeo, a Polícia conseguiu identificar o suspeito que mesmo confessando o crime, não foi preso. 

“Na primeira declaração, ele negou todos os fatos, mas com a presença do advogado e com as evidências que nós apontamos para ele, ele resolveu confessar o crime”, diz o Delegado do caso, Márcio Esteves, que completa: “Ele só não ficou preso porque ele não estava em flagrante delito. Isso a lei permite a ele responder em liberdade”. 

No entanto, a situação do motorista pode se agravar já que existem evidências de que ele tentou enganar a Polícia. 

“Foi esclarecido que o autor registrou o roubo da van na 53 DP, querendo se eximir da responsabilidade”.


Familiares da Jovem pedem Justiça e dizem que o motorista é um assassino. “Ele não é motorista, ele é assassino, porque ele matou ela”, lamenta a tia da vítima, Lucélia Dias.

Casada, Camila deixa um companheiro e um filho de 3 anos que ainda não sabe o que aconteceu e está sob os cuidados da avó. 



Texto editado por  Notícias de Nova Iguaçu 
Com informações do R7 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages