Jovem tem AVC, fica em coma após parto e família faz campanha na web para tentar salvá-la - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Jovem tem AVC, fica em coma após parto e família faz campanha na web para tentar salvá-la

Compartilhe

 



Uma jovem de 21 anos viu sua vida mudar drasticamente após o nascimento de sua primeira filha. 

Apresentando complicações no dia do parto, ela ficou em coma por mais um mês, sendo vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico. 


Diante do alto custo com o tratamento, a família de Maria Rita Alves, resolveu criar uma vaquinha na internet para conseguir adaptar a casa e pagar o tratamento médico necessário para salvá-la. 

Depois de acordar do coma, Maria Rita ainda tenta recuperar os movimentos do corpo e ainda se alimenta por sonda. 

Mesmo diante do cenário delicado, a família ainda confia em uma pronta recuperação da jovem. 


“A gente acredita no milagre. Ainda não tem como saber se é temporário ou se vai ser para sempre a condição dela. O banheiro é pequeno e tive que mandar tirar o box para caber a cadeira de rodas”, relata a mãe, Valéria de Cássia Alves, em entrevista ao G1.
Publicidade

A mãe da jovem ainda disse que Maria Rita teve um período gestacional tranquilo. 

No dia do parto, no entanto, ela passou mal, com um quadro de fortes dores, até ter uma convulsão, ficando roxa. Atendida às pressas, ela foi rapidamente para a mesa de cirurgia para a realização do parto. 

Com as complicações sucessivas, a jovem foi submetida a uma traqueostomia, e teve que realizar hemodiálise após os rins apresentarem problemas. Além disso, ela ainda precisou ser submetida a uma cirurgia na cabeça por conta de uma pressão intracraniana. 

Vaquinha

Desempregada, a mãe de Maria Rita decidiu realizar uma campanha na internet para angariar fundos, uma vez que o tratamento foi e tem sido caro. 

Maria Rita vem se recuperando aos poucos, reabilitando os movimentos e a fala. Ela já respira sozinha. 

O intuito da família é arrecadar R$ 80 mil. Este montante será revertido na compra de fraldas, alimentação, tratamento com fisioterapia, além de adaptações na casa. 


Via G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages