Governador Cláudio Castro anuncia testagem em massa no RJ e se pronuncia sobre lockdown - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Governador Cláudio Castro anuncia testagem em massa no RJ e se pronuncia sobre lockdown

Compartilhe
Cláudio Castro — Foto: Henrique Coelho/G1

migd

O governador do Rio de Janeiro em exercício, Cláudio Castro, anunciou nesta terça-feira (24) que o estado vai criar métodos de testagem em massa para combater o aumento dos números de mortes e casos de Covid-19

Mesmo com o crescimento, Castro descartou, por enquanto, implementar medidas mais restritivas no estado – o chamado lockdown – e prometeu intensificar a fiscalização.


“Não fecharemos nada neste momento. A nossa ação é de conscientização. Fizemos um pacto para que a gente aumente as regras de higiene e tenha uma maior capacidade de atendimento", afirmou o governador em entrevista coletiva no Palácio Guanabara, em Laranjeiras, Zona Sul do Rio.

O anúncio do governador em exercício ocorre no momento em que o RJ registra um crescimento no número de mortes e casos de Covid no estado. 

A média móvel de mortes, nesta terça, apresentou uma variação de 216% na comparação com as duas semanas anteriores. É o 8º dia seguido de alta.


A média móvel de casos também está em alta, com variação de 44%.

Postos para diagnosticar a doença

Na coletiva, Castro também afirmou que irá anunciar, ainda esta semana, quais serão os locais que vão receber postos de diagnóstico precoce da doença, com exames de PCR e imagem. As medidas serão válidas por 15 dias, segundo o governador.

Apesar das afirmações e do aumento do número de mortes e casos, o chefe do Executivo estadual descartou que o RJ esteja vivendo uma "segunda onda" de Covid e prometeu que as fiscalizações contra quem descumprir as medidas sanitárias serão mais rígidas.

Após uma reunião com setores do comércio e outros serviços nesta terça, na coletiva Castro garantiu que não haverá o fechamento de atividades.

"Não podemos ser irresponsáveis de tachar o Rio como vítima de uma segunda onda. Tivemos, ainda, as eleições municipais, que podem ter sido preponderantes para o aumento dos números", opinou.

De acordo com o anúncio de hoje serão três, primordialmente, as medidas do governo:


Encontro com prefeitos


Ainda nesta terça, Castro vai encontrar com prefeitos da Região Metropolitana para discutir como melhorar a fiscalização de locais com aglomeração, potenciais vetores de Covid.

"A minha proposta, nesse encontro com os prefeitos, é 'azeitar' essa questão da fiscalização. A gente está seguro que aumentando a fiscalização, aumentando o número de vagas e com a ajuda dos que estão aqui, os números vão diminuir bastante."

Vacina

Castro anunciou, ainda, que a Secretaria de Saúde já está se planejando para, com a chegada da vacina, iniciar o plano estadual de imunização.

"O estado vai comprar tudo o que for necessário para que não tenha que comprar depois, de forma emergencial, ou acima do preço", detalhou o governador.

O secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Chaves, acrescentou que a testagem em massa deve começar no hospital modular de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

"Vai ser testagem e raio-x, e internação se tiver alguma patologia. (...) A previsão é que comece em 48 horas", explicou Chaves.

Além do hospital modular de Nova Iguaçu, Chaves afirmou que outras unidades – sem dizer quais –também poderão ser utilizadas para realizar os testes. 

O secretário também disse que o estado "encontrou" 214 leitos que não estavam sendo usados.


Via G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages