Crianças que vendiam balas são agredidas e expulsas de restaurante pelo proprietário: 'revoltante' - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Crianças que vendiam balas são agredidas e expulsas de restaurante pelo proprietário: 'revoltante'

Compartilhe

 



Circula de maneira viral pelas redes sociais uma cena de injúria racial cometida contra duas crianças negras. 

O caso aconteceu em um restaurante no estado da Paraíba e deixou muitos populares indignados. 


Um deles, responsável pela gravação a partir de seu celular, chega a contestar a distinção social imposta diante dos garotos apenas pela cor de suas peles e condição socioeconômica: “Se fosse um menino branco, filho de madame, estava nessa situação?”, questiona.

/

Informações publicadas pelo ClickPB indicam que os garotos estavam comercializando doces no restaurante Malibu, localizado na região central de Campina Grande. 

O proprietário do estabelecimento, um idoso de 60 anos, partiu em direção às crianças proferindo xingamentos e expulsando-os em meio de socos e tapas.

Diante do crime, o empresário chegou a ser detido por policiais e encaminhado até a delegacia. 

No local, assinou um TCO (Termo de Circunstanciado de Ocorrência), utilizado para crimes considerados com menor potencial de agressividade, e foi liberado. 


Ele deve responder processo em liberdade por lesão corporal, tendo em vista que uma das crianças ficou ferida, apresentando inchaço na orelha.

A criança que acompanha o amigo que sofreu agressões mais intensas questiona o porquê da violência, contra eles. “Por que ele não fez isso com um adulto?”.

A criança agredida foi encaminhada ao IPC (Instituto de Polícia Científica) onde passou por exames de corpo de delito, sendo encaminhado para a Central de Flagrantes, onde o pai lhe buscou. 

O caso segue sob investigação conduzida pela Delegacia da Infância e da Juventude.


Por BHAZ



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages