Funkeiro Nego do Borel registra ocorrência na delegacia por difamação contra ex-namorada Duda Reis - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Funkeiro Nego do Borel registra ocorrência na delegacia por difamação contra ex-namorada Duda Reis

Compartilhe
Duda Reis acusa Nego do Borel de racismo: Ele falava: 'odeio negros, eles fedem' Foto: Reprodução/Instagram


O cantor Leno Maycon Viana Gomes, o Nego do Borel, registrou ocorrência na tarde desta quarta-feira, dia 13, contra a ex-namorada, a atriz Maria Eduarda Reis Barreiro, a Duda Reis, por injúria, calúnia e difamação. 


De acordo com o artista, ele está sendo vítima de acusações mentirosas por parte da jovem, com quem terminou o relacionamento na última semana. Ela não aceitaria o fim do namoro de três anos e estaria “criando toda a movimentação social como forma de vingança”.


Segundo o registro, feito na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), ao qual o EXTRA teve acesso com exclusividade, Nego do Borel tomou conhecimento do fato através das redes sociais. 

Desde ontem, em uma série de postagens em seu perfil no Instagram, a atriz contou ter vivido por três anos um namoro abusivo com o cantor. Nos vídeos, ela afirma que ele a traía, era agressivo e ainda ameaçava matar ela e a família.


Ainda segundo Nego do Borel, é falsa a afirmação feita por Duda de que ele a monitorava dentro de casa, gravando suas ligações telefônicas e manipulando vídeos em que ela era obrigada a dizer “coisas que seriam mentiras”.


Nos stories publicados pela atriz, ela ainda afirma que o ex-namorado é racista e não gosta de “preto e pobre”. No registro de ocorrência, o artista afirma ser leviana também essa acusação, já que é negro, tem a família negra e tem muitos amigos negros e pobres. Nego do Borel disse ainda que Duda Reis insiste para o casal reatar o namoro e tem, inclusive, gravações que provam isso.

O cantor reiterou que nunca agrediu a atriz e que repudia qualquer violência de homens contra mulheres. Ele disse “abominar” relacionamentos abusivos e contou que, em qualquer discussão dos dois, preferia “sair de perto para 'amenizar a situação'”, lamentando imensamente o rumo que o fim do namoro tomou, abalando sua vida pessoal e profissional, “eis que o homem retratado por Maria Eduarda nas redes sociais absolutamente” não é ele.


Postagem no Instagram

Duda Reis fez uma série de acusações ao cantor, afirmando que foi agredida fisicamente e por mais de uma vez, durante os três anos de relacionamento. No desabafo feito e seu Instagram nesta quarta-feira, ela também narrou episódios que presenciou para afirmar que o cantor é racista.

"Cuidado na questão de caridade dele. Porque é tudo uma mentira. Ele faz só para se autopromover. Todas as questões, vídeos com os meninos do sinal, é tudo mentira. Ele parava de gravar e falava: odeio pobre, odeio negros, eles fedem'. 

Ué, cadê a representatividade? Eu ficava indignada, falava assim: gente, mas são pessoas normais, o que está acontecendo? Porque ele é racista com ele mesmo. Cuidado quando vocês forem aplaudir alguma ação social dele. Porque é sempre assim: 'Está gravando?' A fazia uma cena. E quando parava de gravar, tratava todo mal.É só vocês irem nas favelas e perguntarem. É simples".


Após o desabafo de Duda na web, a mãe da artista e influenciadora se pronunciou sobre o assunto. Simone Reis prestou apoio à jovem, após ela, chorando, pedir perdão aos pais, publicamente, através das redes sociais.

"Um filho, para minha mãe, é sempre uma dádiva de Deus. Quero, e sempre quis, minhas filhas felizes e plenas. O cordão se corta ao nascer, mas a conexão de almas, não. Perdão não é para mim, filha. Se permita se perdoar, até porque, você acreditou num amor que era puro de forma unilateral. Se perdoe e seja feliz. Te amo até o infinito e além", consta da mensagem da médica.




Por Jornal Extra


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages