Tropa de elite da polícia civil faz 'operação de guerra' para capturar bandidos que mataram Bianca Lourenço na Favela Kelsons, no Rio - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Tropa de elite da polícia civil faz 'operação de guerra' para capturar bandidos que mataram Bianca Lourenço na Favela Kelsons, no Rio

Compartilhe


Tropa de elite da polícia civil monta operação de guerra na favela Kelsons, onde o traficante Dalton Vieira Santana, de 31 anos, é suspeito de comandar o trágico de drogas na comunidade Kelson's, na Penha, Zona Norte do Rio, é alvo de uma operação da Polícia Civil e da Polícia Rodoviária Federal. 


O criminoso é investigado e acusado de ter assassinado a ex-namorada, a estudante Bianca Lourenço da Silva, de 24 anos, no começo do ano. 






Os restos mortais da jovem foram encontrados mutilados e boiando numa praia da Ilha do Fundão, na mesma região onde fica a comunidade. 

Dois homens foram baleados na ação — a polícia não informou se eles são ou não suspeitos. Houve apreensão de duas pistolas.






Além da prisão de Dalton, outro objetivo dos agentes é encontrar possíveis testemunhas que tenham visto Bianca ser retirada de casa e levada à força por Dalton. 

Segundo moradores, o clima na Kelson's é tenso. Há relatos de intenso confronto.


De acordo com as investigações, Dalton não aceitava o fim do relacionamento com a vítima. Por isso, decidiu matar a jovem. 





Por dias, a família de Bianca peregrinou por favelas da Zona Norte em busca dos restos mortais da estudante. O corpo só foi encontrado duas semanas depois, no dia 12 de janeiro.

Justiça expediu mandados de prisão contra dois suspeitos da morte: Dalton e Edgar Alves de Andrade, o Doca. 


Além dos mandados de prisão, os agentes fazem buscas e apreensões em diversas residências. Pelo menos dois veículos blindados foram empregados na ação.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages