Idosa entra em hospital para cirurgia ortopédica e sai morta com Covid-19 em Duque de Caxias - Baixada Viva Notícias

Responsivo após foto post

Idosa entra em hospital para cirurgia ortopédica e sai morta com Covid-19 em Duque de Caxias

Compartilhe



A dona de casa Sonia Bias da Silva, de 64 anos, que estava internada no CTI de Covid-19 do Hospital Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, morreu na manhã da última quarta-feira (21).


A paciente deu entrada há cerca de um mês para uma cirurgia ortopédica e pegou covid dentro da unidade de saúde. O sepultamento aconteceu neste domingo (25).




No dia 25 de março, Sonia caminhava na calçada quando tropeçou num buraco e machucou o ombro. 


No Hospital Municipal de Belford Roxo, os médicos disseram que Sonia teria de passar por uma cirurgia ortopédica de razoável complexidade, para a qual a unidade não estava equipada. 



Assim, os médicos recomendaram que Carlos levasse a mãe para o Hospital Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias.


Sonia teve alta no dia seguinte à operação, diz Carlos. Ao buscar a mãe no hospital, ela estava “completamente apagada, em estado quase vegetativo”, conta o filho.



Para completar, uma tomografia computadorizada apontou que Sonia estava com 25% de um pulmão comprometido, o que levou a médica do plantão a classificá-la como caso suspeito de Covid-19. 


O teste RT-PCR foi realizado horas depois, mas o resultado, positivo, só saiu no dia 11. 


Data em que Sonia foi submetida à intubação orotraqueal no CTI reservado à Covid-19, e dias depois veio à óbito.




"Acredito que minha mãe se infectou durante a internação da cirurgia. Ela sempre foi muito cautelosa, usava máscara sempre, desinfectava os alimentos e as roupas. Aqui em casa, sempre respeitamos todos os protocolos", disse o filho Carlos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Responsivo final texto

Pages